Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Concorrência desleal de "redes mafiosas" ameaça construtoras portuguesas "idóneas" no estrangeiro - Sindicato

Lusa

  • 333

Porto, 20 mar (Lusa) -- O Sindicato da Construção de Portugal alertou hoje que a "concorrência desleal" das "redes mafiosas" está a prejudicar empresas portuguesas "idóneas" no estrangeiro e poderá obrigar ao regresso de milhares de trabalhadores do setor ali destacados.

Em conferência de imprensa no Porto, Albano Ribeiro explicou que as "redes mafiosas" e os "angariadores de mão de obra" apresentam, em obras no estrangeiro, "preços muito mais baixos que sabem que não vão cumprir", retirando trabalho a "empresas idóneas" que admitem, agora, abandonar aqueles mercados, deixando sem trabalho muitos trabalhadores portugueses que ali empregam.

"O que está a acontecer é que, por causa das redes mafiosas e dos angariadores de mão de obra, vão regressar milhares de trabalhadores que foram para o estrangeiro por causa da crise na construção e que estavam a trabalhar para empresas idóneas", sustentou o sindicalista em conferência de imprensa no Porto.