Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Concertação Social: CGTP rejeita mexidas no IRS que reduzam salários ou pensões

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 Set (Lusa) - O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, rejeitou hoje "qualquer" mexida nas tabelas de IRS cuja consequência se traduza na redução de salários, quer no setor público, quer no setor privado.

"Nós rejeitamos qualquer medida ou qualquer mexida no IRS que porventura tenha como consequência a redução dos salários, seja do setor privado, seja da administração pública, seja através dos pensionistas do regime geral ou da administração pública", afirmou Arménio Carlos no final da reunião de concertação social.

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, anunciou hoje que o Governo está a preparar uma proposta de aumento de impostos, incluindo o IRS, para compensar uma devolução parcial dos subsídios de Natal e de férias retirados ao setor público e pensionistas.