Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comprador da ANA tem que pagar 100 milhões 'à cabeça'

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 dez (Lusa) -- O comprador da ANA tem que pagar uma prestação de 100 milhões de euros no momento da celebração dos instrumentos jurídicos relativos à venda da concessionária dos aeroportos portugueses, de acordo com um despacho das Finanças.

"O proponente selecionado para a aquisição das ações representativas de até 100% do capital social da ANA deve efetuar o pagamento de um montante correspondente à prestação pecuniária inicial", lê-se no despacho do ministro Vítor Gaspar, publicado hoje em Diário da República.

O montante da prestação inicial foi fixado em 100 milhões de euros, cujo pagamento deve ser efetuado "até ao momento da celebração dos instrumentos jurídicos relativos à venda por negociação particular".