Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comissão Trabalhadores defende que lucro da RTP impede despedimento coletivo

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 mai (Lusa) -- A Comissão de Trabalhadores da RTP defendeu hoje que deixou de haver razões para invocar qualquer despedimento coletivo na empresa face ao lucro de 40 milhões de euros em 2012 e que a restruturação deve voltar ao zero.

"Há aqui grandes dúvidas, mas há uma coisa que podemos tirar já de imediato: um despedimento coletivo precisa de uma situação financeira frágil para o sustentar. Por isso, a partir de agora, deixou de existir essa pressão", afirmou hoje, em declarações à agência Lusa, Camilo Lourenço, da Comissão de Trabalhadores (CT) da RTP.

Camilo Lourenço comentava dados hoje avançados pelo Diário Económico, lembrando que, "apesar de a CT ter pedido, os balancetes trimestrais, [estes] nunca foram entregues".