Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comissão australiana investiga morte de jovem brasileiro por disparos elétricos

Lusa

  • 333

Sidnei, Austrália, 16 nov (Lusa) - A Comissão de Integridade da Polícia Australiana abriu hoje uma investigação sobre a perseguição e morte de um estudante brasileiro que faleceu depois de ser atingido por disparos elétricos em março passado na cidade de Sidnei.

Roberto Laudisio Curti faleceu depois de ter sido perseguido por vários agentes da polícia australiana, que realizaram 14 disparos com armas elétricas Taser contra o jovem depois de ter sido reportado o roubo de dois pacotes de bolachas numa loja perto do centro da cidade.

A Comissão policial vai investigar se os agentes atuaram incorretamente e cometeram crime, segundo a cadeia australiana ABC.