Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comércio entre países africanos só vale 11% do total - UNCTAD

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 11 jul (Lusa) - As trocas comerciais entre países africanos representaram em 2011 apenas 11,3% do total de bens e serviços transacionados entre os países do continente africano e o resto do mundo, totalizando 130 mil milhões de euros, segundo a ONU.

De acordo com o relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), divulgado hoje em Nova Iorque, sobre o Desenvolvimento Económico em África - 2013, o comércio intra-africano aumentou consistentemente, passando de 19,3% em 1995 para um pico de 22,4% em 1997, mas desde então caiu para 11,3% em 2011, uma tendência "que pode ser atribuída a uma taxa de crescimento do comércio com o resto do mundo mais alta que a do comércio entre países africanos, e não a um abrandamento das trocas comerciais dentro de África".

De 1996 a 2011, nota o relatório, "o comércio intra-africano cresceu a uma taxa robusta de 8,2% ao ano, em média, mas o comércio de África com o resto do mundo cresceu mais depressa, a 12% por ano, em média".