Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

COMENTÁRIO/Kelvin saltou do banco para manter "dragões" na corrida pelo título

Lusa

  • 333

Porto, 08 abr (Lusa) - Um quarto de hora de criatividade e inspiração "salvaram" o FC Porto, que até à entrada de Kelvin, autor de dois golos, parecia condenado a hipotecar a revalidação do título de futebol, acabando por vencer o Braga (3-1).

No jogo de encerramento da 25.ª jornada - faltam cinco para o final e o líder Benfica mantém quatro pontos de avanço -, a previsibilidade do futebol dos "dragões" durou praticamente uma hora, algo contrariada quando Atsu rendeu Defour, e "derrotada" quando Kelvin substituiu Lucho González.

O brasileiro, pouco utilizado por Vítor Pereira durante a época, desempatou a partida, "enguiçada" por alguma ausência de soluções ofensivas e "pontaria excessiva" na direção dos ferros da baliza de Quim, por duas vezes.