Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

COMENTÁRIO/ Pouca eficácia e expulsão de Defour explicam derrota do FC Porto em Málaga

Lusa

  • 333

Málaga, Espanha, 13 mar (Lusa) -- A ausência de eficácia ofensiva e 40 minutos com apenas 10 jogadores sintetizam a derrota por 2-0 do FC Porto em Málaga, que ditou o seu afastamento da Liga dos Campeões de futebol.

Se é verdade que atacar com 10, em casa do adversário, é uma tarefa complicada, já o mesmo não se pode dizer da primeira parte do encontro, em que os portistas jogaram sem temores frente ao Málaga, mas criaram poucas ocasiões de golo, pelo menos condizentes com o seu estatuto e com os propósitos assumidos pelo seu treinador, que queria marcar no La Rosaleda.

O Málaga, por sua vez, "respondeu" com velocidade e "gana" à exibição da primeira mão, na qual foi manietado pelos "dragões" e saiu derrotado por 1-0.