Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comandantes de petroleiros condenados levados para a cadeia central de São Tomé

Lusa

  • 333

São Tomé, 25 jun (Lusa) - Os comandantes de dois petroleiros apresados pela guarda costeira de São Tomé e Príncipe há cerca de três meses foram esta tarde conduzidos à cadeia central, confirmou à Lusa uma fonte judicial.

A prisão dos dois comandantes faz sequência da publicação do acórdão do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) que confirmou a sentença do Tribunal da Primeira Instância, que havia também ordenado a confiscação dos dois navios a favor do estado são-tomense.

Em 29 Março, o juiz do Tribunal de Primeira Instância, Alberto Monteiro, condenou os dois comandantes dos petroleiros Marida Melissa e Duzgit Integriy, pertencentes a Malta e Ilhas Marshall, a pagarem 122,5 mil milhões de Dobras, o equivalente a cerca de cinco milhões de euros.