Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comandante rebelde diz que rapto de deslocados no Darfur foi um erro

Lusa

  • 333

Cartum, 25 mar (Lusa) -- Um comandante rebelde da região sudanesa do Darfur disse hoje que foi "um erro" o rapto de 31 deslocados pelas suas forças, quando viajavam sob escolta internacional para uma conferência governamental sobre refugiados.

O rapto ilustrou a insegurança em que vivem os 1,4 milhões de pessoas do Darfur, que tiveram de sair da região devido a um conflito velho de uma década, cujo futuro está em discussão na mencionada conferência que dura até quinta-feira.

"Um dos comandantes fez um grande erro", disse Abdel Wahid Mohammed al-Nur, que dirige uma fação do Exército de Libertação do Sudão, à agência noticiosa francesa AFP, acrescentando: "Já dei a ordem para libertarem essas pessoas, civis, imediatamente".