Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Comandante-geral da polícia moçambicana diz que corporação está "infiltrada de criminosos"

Lusa

  • 333

Maputo, 14 mai (Lusa) - O comandante-geral da polícia moçambicana, Jorge Khalau, disse na segunda-feira que a corporação está "infiltrada de criminosos", defendendo uma ação de purificação de fileiras como importante para o combate à criminalidade no país.

Falando no lançamento das festividades do 38.º aniversário da fundação da Polícia da República de Moçambique (PRM), Jorge Khalau afirmou que há na instituição agentes cúmplices com o crime.

"Temos alguns elementos infiltrados que estão a fazer confusão. Estamos a fazer uma luta contra os criminosos que se infiltram na polícia. Não podemos negar que isso existe", assumiu o comandante-geral da PRM.