Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Colégio de Fátima faz queixa-crime contra ex-diretor por desvio de património

Lusa

  • 333

Fátima, 11 jul (Lusa) - A direção do Colégio de São Miguel em Fátima confirmou hoje ter movido uma ação judicial contra a anterior gestão liderada pelo padre Joaquim Ventura, que esteve cerca de 50 anos à frente da instituição.

Em causa está o "destino dado pela anterior gestão a um conjunto significativo de valores patrimoniais do colégio", dúvidas que, "tendo tido oportunidade de dar todos os esclarecimentos que entendesse, as não dissipou", pode ler-se no comunicado hoje publicado na página de internet do colégio.

A notícia faz o destaque da edição de hoje do Jornal de Leiria, semanário que avança com a informação de que na origem da queixa estão subsídios transferidos para a Fundação Arca da Aliança presidida pelo padre, sem que tal fosse do conhecimento do bispo da diocese Leiria-Fátima, entidade proprietária do colégio.