Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

COI e AMA lamentam destruição de bolsas de sangue da "Operação Puerto"

Lusa

  • 333

Lausana, Suíça, 01 mai (Lusa) -- O Comité Olímpico Internacional (COI) e a Agência Mundial Antidopagem (AMA) lamentaram hoje que a justiça espanhola tenha recusado o acesso às bolsas de sangue apreendidas no âmbito da "Operação Puerto".

A justiça espanhola condenou terça-feira a um ano de prisão o médico Eufemiano Fuentes, no centro deste caso de doping organizado, mas recusou o acesso aos 221 sacos de sangue e de plasma apreendidos em 2006 e reclamados pela Agência Mundial Antidopagem (AMA) e outras entidades.

A Agência Espanhola Antidopagem também anunciou a sua intenção de recorrer da sentença do tribunal de Madrid, que ordenou a destruição das amostras, esgotando todos os recursos.