Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Código do Trabalho: Trabalhadores de 10 empresas iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 ago (Lusa) -- Os trabalhadores de dez empresas de vários setores de atividade iniciam hoje uma greve às horas de trabalho extraordinário, por tempo indeterminado, contra a redução de 50 por cento do valor pago, no âmbito do novo Código do Trabalho.

Os trabalhadores da CMP - Cimentos Maceira e Pataias, da SECIL -- Companhia Geral de Cal e Cimento, da Serlima Wash II, da Alstom, da Amcor, da Limpersado, da Lisnave e Lisnava Yards, da Portucel, Arboser, ATF, Headbox e EMA 21, da Sovena Consumer Goods, SA e da SOMINCOR Sociedade Mineira de Neves Corvo, têm um pré-aviso de greve por tempo indeterminado, até a administração das respetivas empresas desistir de alterar o valor do trabalho extraordinário.

De acordo com o novo Código do Trabalho, que entrou em vigor a 01 de agosto, as horas extraordinárias são pagas pela metade. Na primeira hora extra, o valor a pagar terá um acréscimo de 25 por cento (contra os anteriores 50 por cento) e de 37,5 por cento nas horas seguintes (contra os anteriores 70 por cento).