Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Código do Trabalho: "Presidente da República abandonou o juramento de cumprir e fazer cumprir a Constituição"- Jerónimo de Sousa

Lusa

  • 333

Seixal, 19 jun (Lusa) - O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou hoje que o Presidente da República "abandonou o juramento" de cumprir a Constituição ao promulgar as alterações ao Código do Trabalho, apesar de referiu que a "procissão ainda vai no adro".

"Confirma-se que o Presidente República abandonou o juramento que fez perante os portugueses de cumprir e fazer cumprir a Constituição. Para a fundamentação, os dois primeiros argumentos é porque a 'troika' decidiu, porque o BCE, União Europeia e FMI determinaram, enquanto o segundo argumento, que é espantoso, é considerar que só 15 por cento dos deputados votaram contra a legislação laboral", disse.

Jerónimo de Sousa, que falou aos jornalistas após um encontro com trabalhadores e autarcas da Câmara do Seixal, afirmou que já existiram diversas leis que foram aprovadas por unanimidade na Assembleia da República e que acabaram por ser vetadas pelo presidente Cavaco Silva.