Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CNE nega acordo com regulador da comunicação social sobre debates eleitorais

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 jun (Lusa) - A Comissão Nacional de Eleições (CNE) desmentiu hoje a existência de qualquer acordo, "público ou secreto e confidencial", com a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) sobre a realização de debates eleitorais nas televisões.

As declarações feitas pelo presidente e um dos vogais da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), Carlos Magno e Raquel Alexandra, respetivamente, na Assembleia da República a 11 de junho, "não correspondem à verdade", refere em comunicado a CNE, desmentindo "categoricamente" a existência de "um qualquer acordo, público ou secreto e confidencial".

Na ocasião, em declarações proferidas na Comissão parlamentar para a Ética, a Cidadania e a Comunicação, aquando da apresentação do Relatório do Regulador referente a 2011, a vogal da ERC Raquel Alexandra disse que havia "um acordo confidencial" com a CNE para a realização de debates na televisões, reiterado pelo presidente da entidade, Carlos Magno, que disse que foi "aprovado por unanimidade" pelo Conselho de Regulação.