Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Clubes denunciam inércia da AG para destituição do presidente da Liga

Lusa

  • 333

Porto, 21 nov (Lusa) - Os 14 clubes de futebol profissional que requereram a destituição, por justa causa, do presidente da Liga, Mário Figueiredo, criticam o presidente da Assembleia Geral (AG) do organismo por "inércia" na convocatória da reunião, cujo limite termina na sexta-feira.

Em carta a que a agência Lusa teve acesso, enviada quarta-feira a Carlos Deus Pereira, presidente da Mesa da AG da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), os emblemas exigem celeridade na chamada estatuária, para que possam "debater a proposta de destituição".

Os clubes acrescentam ainda a necessidade de "permitir aos clubes, em tempo útil, acautelar outros prejuízos", que temem poder "estar a ser causados pelo senhor presidente da Liga".