Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cineasta norte-americano expulso da Venezuela por suspeita de espionagem

Lusa

  • 333

Caracas, 06 jun (Lusa) - As autoridades venezuelanas expulsaram do país o cineasta norte-americano Timothy Tracy, de 35 anos, que foi detido a 24 de abril pelos serviços secretos da Venezuela por alegadamente estar a realizar ações de espionagem.

Segundo o ministro de Relações Interiores, Justiça e Paz venezuelano, Miguel Rodríguez Torres, o detido foi expulso na quarta-feira, tendo partido para a cidade norte-americana de Miami.

"Este cidadão tinha uma série de trabalhos feitos com jovens pertencentes a partidos políticos [opositores] como o Primeiro Justiça, Vontade Popular, assim como trabalhos de inteligência em que ia angariando informação através de vídeos, fotografias e reuniões", explicou.