Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cimpor pretende dispensar 60 trabalhadores para ajustar a estrutura à realidade do país

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 out (Lusa) -- A Cimpor aprovou um processo de reestruturação que prevê a redução de 60 trabalhadores, através de 40 pré-reformas e 20 rescisões por mútuo acordo, com o objetivo de ajustar a estrutura da empresa à realidade do país.

O presidente do conselho de administração da Cimpor, Daniel Proença de Carvalho, confirmou à Lusa que a empresa está a desenvolver um processo de reestruturação, que tem em conta "a redução do volume de negócios, que se tem vindo a registar nos últimos anos, de forma consistente, ao nível do mercado interno" e sem que estejam previstas melhorias nos próximos anos.

A reestruturação prevê a dispensa de 60 trabalhadores das áreas administrativa e corporativa, dos quais 40 passarão a uma situação de pré-reforma e 20 poderão rescindir contrato por mútuo acordo.