Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cientista do Champalimaud recebe 1,4 ME para estudar respostas cerebrais ao medo

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 jul (Lusa) - A cientista da Fundação Champalimaud Marta Moita recebeu 1,4 milhões de euros do Conselho Europeu de Investigação e vai estudar os mecanismos do cérebro para detetar sinais de aviso de perigo e preparar uma reação às ameaças exteriores.

"Uma parte deste trabalho é perceber como o cérebro deteta, por exemplo, o começo do silêncio [do outro, associado ao perigo] e como desencadeia uma resposta de defesa", disse hoje à agência Lusa a investigadora.

O projeto vai tentar perceber como são detetadas as respostas de defesa dos outros como um sinal de alarme, dando origem a reações ao perigo.