Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cidadãos por Coimbra quer uma organização "transparente" do seu movimento

Lusa

  • 333

Coimbra, 03 out (Lusa) - O movimento Cidadãos por Coimbra definiu quarta-feira, após a eleição no dia 29 de um vereador para a Câmara, uma comissão de sete pessoas para desenhar a organização do movimento, negando a intenção de se transformar num partido.

No primeiro plenário após as eleições autárquicas, o movimento independente debateu a necessidade de pensar a organização do Cidadãos por Coimbra, sendo exigida "uma organicidade mínima", explicou José Augusto Ferreira da Silva, vereador eleito pelo movimento, à margem do plenário realizado na Galeria Bar Santa Clara, que terminou por volta das 00:30 de hoje.

O movimento quer uma "organização num esquema mais ou menos horizontal, em que todos os cidadãos, independentemente de terem participado ou não, poderão envolver-se", disse José Augusto Ferreira, referindo que os plenários serão sempre abertos a todos os cidadãos assim como à comunicação social.