Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciclista Stefan Schumacher confessa que o doping era o seu quotidiano

Lusa

  • 333

Frankfurt, Alemanha, 29 mar (Lusa) - O ciclista alemão Stefan Schumacher, suspenso por controlos antidoping positivo por EPO em 2008, confessou ao semanário alemão Der Spiegel que o doping fazia parte do seu "quotidiano, como um prato de massa depois do treino".

"Tomei EPO, hormona de crescimento assim como corticóides. Entrei num sistema. Não me orgulho disso, mas foi assim que aconteceu. O doping era parte integrante do meu quotidiano, como um prato de massa depois do treino", afirmou o ex-corredor do Gerolsteiner.

O ciclista descreve como "completamente louco" o recurso às substâncias interditas no seio da sua antiga equipa, entretanto dissolvida. "Nunca vivi de forma tão negligente em relação aos medicamentos como na Gerolsteiner", sublinhou.