Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chumbo/TC: "A austeridade é violenta e está a chegar ao limite" -- Ricardo Salgado

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 abr (Lusa) -- O presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado, considerou hoje que a austeridade "está a chegar ao limite", e defendeu que a 'troika' deve mostrar algum "pragmatismo" para ajudar a economia portuguesa.

Comentando o necessário ajustamento ao Orçamento do Estado para este ano devido ao chumbo de quatro medidas pelo Tribunal Constitucional, o banqueiro alertou que o país não aguenta muito mais austeridade.

"A austeridade é violenta e está a chegar ao limite. Vai haver certamente algum complemento [às medidas de austeridade após o chumbo do Tribunal Constitucional a alguns pontos apresentados pelo Governo], porque é preciso que o Orçamento [de Estado para 2013] feche", afirmou o banqueiro, sem querer arriscar quais serão as medidas adotadas pelo Executivo de Passos Coelho.