Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chipre: Imigrantes são tratados como "criminosos" -- Amnistia Internacional

Lusa

  • 333

Nicósia, 19 jun (Lusa) - A Amnistia Internacional criticou o Chipre por tratar os imigrantes e requerentes de asilo político como "criminosos" prendendo-os, num relatório divulgado esta terça-feira.

A organização de defesa dos direitos humanos defende que a ilha devia rever a sua legislação, alinhando-a com os padrões internacionais.

"Centenas de homens e mulheres que fogem todos os anos para o Chipre à procura de refúgio e asilo da guerra, perseguição e pobreza são presos pelas autoridades da ilha em incumprimento das suas obrigações internacionais", diz a Amnistia, cujo relatório é revelado a menos de duas semanas do Chipre assumir a presidência rotativa da União Europeia (UE).