Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

China/Japão: Governos disputam ilhas em zona de peixe e hidrocarbonetos

Lusa

  • 333

Pequim, 28 jul (Lusa) -- A China criticou fortemente na sexta-feira as "afirmações irresponsáveis" do primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, que disse querer defender, militarmente se necessário, ilhas reivindicadas pelos dois países, as Diaoyu em chinês e Senkaku em japonês.

"A China transmitiu ao Japão a sua grave preocupação e o seu vivo descontentamento depois das declarações irresponsáveis" de Noda, afirmou o porta-voz do Ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Hong Lei, no sítio da organização da internet, noticiou a AFP.

Na quinta-feira, o chefe do governo japonês afirmou no parlamento que estava pronto a tomar "ações firmes" em caso de invasão das ilhas pelas forças chinesas.