Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

China propõe envio de mais de 500 soldados para força de paz no Mali

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 23 mai (Lusa) -- A China propôs enviar mais de 500 soldados para o Mali, naquela que é a sua maior contribuição para uma missão de manutenção de paz das Nações Unidas, anunciaram na quarta-feira diplomatas com assento naquela organização em Nova Iorque.

A decisão da China de enviar este contingente militar pode ser interpretada como uma tentativa de apaziguar as tensões com o ocidente no que diz respeito ao conflito na Síria e como uma forma de reforçar as suas relações com o continente africano, que lhe vende grandes quantidades de petróleo, além de outros recursos, afirmaram diplomatas e peritos citados pela AFP.

O Mali enfrentou em março de 2012 um golpe de Estado organizado por soldados que culpavam o Governo pela humilhação do exército frente aos rebeldes tuaregues, que tinham começado uma revolta no norte do país dois meses antes.