Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

China concorda com consequências para a Coreia do Norte no caso de ensaio nuclear -- EUA

Lusa

  • 333

Washington, 06 fev (Lusa) - Os Estados Unidos informaram, esta terça-feira que a China concorda com a necessidade de haver "consequências" por parte da comunidade internacional, se a Coreia do Norte realizar o anunciado novo ensaio nuclear.

O novo secretário de Estado norte-americano, John Kerry, telefonou, esta terça-feira, ao seu homólogo chinês, Yang Jiechi, com quem "falou sobre a retórica provocatória mantida pela Coreia do Norte e os compromissos sob a resolução das Nações Unidas para assegurar que haverá mais consequências se houver mais ações", explicou a porta-voz, Victoria Nuland.

A conversa foi "muito semelhante" à que Kerry manteve, este domingo, com os ministros dos Negócios Estrangeiros do Japão, Fumio Kishida, e da Coreia do Sul, Kim Sung-hwan, países que estão contra as atividades do regime norte-coreano, de acordo com Nuland.