Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chefe militar do Xinjiang afastado do Partido Comunista chinês após atentado

Lusa

  • 333

Pequim, China, 03 nov (Lusa) -- O Partido Comunista chinês afastou das suas fileiras o comandante militar do Xinjiang depois de um atentado em Pequim oficialmente atribuído a habitantes dessa região de maioria muçulmana do noroeste da China, informou hoje a imprensa local.

Peng Yong, que foi nomeado em julho de 2011 como comandante militar da região do Xinjiang, foi demitido das suas funções de membro do Comité Permanente do Partido Comunista chinês dessa região, informou o Diário do Xinjiang.

Este jornal oficial não precisa a razão do afastamento de Peng, mas ele surge menos de uma semana depois de um atentado ocorrido na praça Tiananmen, em Pequim.