Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Chefe militar da Birmânia garante apoio das Forças Armadas à democracia

Lusa

  • 333

Banguecoque, 27 mar (Lusa) -- O chefe das Forças Armadas da Birmânia, general Min Aung Hlaing, assegurou hoje que a instituição militar cooperará para impulsionar o processo de transição para a democracia iniciado há quase dois anos.

Num discurso difundido pela televisão e rádio estatal por ocasião do Dia das Forças Armadas, o general Min Aung Hlaing disse que iriam "continuar a marchar pelo caminho que o povo birmanês decidiu tomar para desta forma contribuir para o fortalecimento da administração democrática".

O general Min Aung Hlaing, acrescentou no discurso proferido em Naypyidaw, a capital, onde marcharam cerca de 6.000 soldados, que os militares terão um papel importante na "política nacional enquanto o país prossegue em direção à democracia moderna".