Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CGD faz tudo para apoiar economia mas tem de cumprir regras da banca - Faria de Oliveira

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 abr (Lusa) -- O presidente não executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) disse hoje que o banco público tem a "missão de fazer tudo para apoiar a economia", mas que está em concorrência e sujeito às mesmas regras das outras instituições financeiras.

"A Caixa é um banco público, mas é um banco em concorrência e está sujeito às mesmas regras que todos os outros. Além disso, como teve um aumento capital equiparado a ajuda de Estado está subordinado à disciplina Europeia e esta não permite que a atuação seja diferente dos bancos da concorrência", afirmou Faria de Oliveira, à margem da apresentação do portal 'Boas Práticas, Boas Contas', que decorreu em Lisboa.

Ainda assim, o responsável disse que enquanto banco detido pelo Estado a CGD "tem a missão de procurar fazer tudo para apoiar a economia", pelo que o banco "procura ser muito proativo na promoção da possibilidade de acesso ao crédito" e tenta encontrar "formas adequadas de ajudar as empresas nas suas necessidades de reestruturação financeira e recapitalização".