Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CGD "confortável" em Moçambique e pronta para necessidades de financiamento do país

Lusa

  • 333

Maputo, 22 nov (Lusa) - O presidente da CGD, Faria de Oliveira, disse hoje à Lusa, em Maputo, que a instituição está "confortável" com a sua participação no moçambicano BCI e à altura de responder à procura de financiamento do setor empresarial local.

Em declarações à margem da VII Conferência Anual da Associação dos Economistas de Moçambique (AMECON), na qual foi um dos principais oradores, Faria de Oliveira, afirmou que a CGD está apta para contribuir para a contínua necessidade de financiamento do empresariado moçambicano, no âmbito da sua presença no BCI.

"A CGD está confortável com a posição de controlo de 51% no BCI e completamente preparada para realizar todos os esforços necessários para que o banco continue a crescer", afirmou o presidente do grupo financeiro português.