Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cerca de 250 investigadores vão abandonar Portugal se o Governo esquecer a indústria aeroespacial

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 out (Lusa) -- Cerca de 250 investigadores portugueses da área espacial estão em vias de emigrar se o Governo português não investir na Agência Espacial Europeia (AEE), alertou hoje o presidente da Associação Portuguesa de Indústrias do Espaço, António Neto da Silva.

"Portugal pode perder 250 cérebros [doutores e mestres] a quem não faltam propostas do estrangeiro, se Portugal não decidir subscrever qualquer programa da AEE, o que significará a asfixia imediata da indústria nacional do espaço por falta de mercado", disse à agência Lusa o responsável pela Proespaço.

Segundo Neto da Silva, o futuro da indústria espacial vai jogar-se no próximo mês de novembro na reunião interministerial da Agência Espacial Europeia, na qual irá ser desenhado o Programa Espacial para o período 2013 a 2015 e que vai ser desenvolvido pela Comissão Europeia e pela AEE.