Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cerca de 2.000 pessoas com norovírus no Chile por falta de cloração da água

Lusa

  • 333

Santiago do Chile, 07 set (Lusa) -- Um total de 1.886 pessoas foram afetadas esta semana por um surto de norovírus na cidade de Ovale, no norte do Chile, aparentemente por "falta de cloração da água potável", informaram na sexta-feira as autoridades locais.

O ministro da Saúde chileno, Jaime Mañalich, decretou o alerta na região e não descartou a possibilidade de o número de casos aumentar, salientando que se trata de um surto de norovírus, alegadamente causado pela falta de cloro na água para a desinfeção da mesma.

Desde terça-feira que várias pessoas com sintomas de intoxicação começaram a chegar em massa aos consultórios médicos da cidade.