Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cerca de 200 trabalhadores da CP manifestaram-se em Lisboa contra corte de direitos

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 fev (Lusa) -- Cerca de 200 trabalhadores da CP -- no ativo e reformados - concentraram-se hoje em frente à sede da empresa, em Lisboa, para protestar contra o corte de direitos consagrados no acordo de empresa que, alegam, a administração pretende retirar-lhes.

Reunidos no largo junto ao portão fechado e protegido por agentes da PSP, os manifestantes exibiam na lapela autocolantes a preto e branco com o desenho de uma carruagem de comboio e as palavras "Luto Ferroviário".

Um deles empunhava uma bandeira de Portugal e outro um cartaz em que se lia "Deputado Hélder Amaral é desonesto e mentiroso", numa referência ao parlamentar do CDS que na quarta-feira declarou no parlamento que os ferroviários fizeram, no ano passado, 295 dias de greve e que isso custou ao país 2,2 milhões de euros.