Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cerca de 20 mil polícias e militares na final da Taça das Confederações

Lusa

  • 333

Rio de Janeiro, 29 jun (Lusa) - Um contigente de 10.600 polícias e 7.400 militares vai estar, no domingo, de prevenção na final de futebol da Taça das Confederações, no Rio de Janeiro, noticiou hoje a agência espanhola Efe.

O reforço da segurança na final disputada entre as seleções do Brasil e de Espanha ocorre depois de recentes protestos em estádios de futebol contra a corrupção, o aumento do preço dos transportes públicos e os custos com a organização do Mundial de Futebol 2014, que decorrerá no Brasil.

Habitualmente, 5.646 agentes da polícia patrulham, todos os dias, as ruas das cidades do Rio de Janeiro e de Niterói, unidas por uma ponte, e onde vivem sete milhões de habitantes, de acordo com a revista Veja.