Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cerca de 180 portugueses há mais de 24 horas na Guiné Equatorial à espera de voo da SATA - passageiros

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 mar (Lusa) -- Cerca de 180 portugueses que trabalham na Guiné Equatorial estão retidos em Malabo, a capital, à espera do voo com destino a Lisboa, que os trará para a Páscoa, disse um passageiro à Lusa.

Os portugueses, que trabalham sobretudo na construção civil, deviam ter regressado na terça-feira, às dez da manhã, num voo da companhia aérea SATA, precisou Pedro Gomes, via telefone, a partir de Malabo.

Os passageiros alegam não ter recebido qualquer informação ou justificação por parte da SATA.