Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centros históricos: Investimento público e privado não trava desertificação em Leiria

Lusa

  • 333

Leiria, 22 mar (Lusa) -- Os últimos anos têm sido marcados em Leiria por investimento público e privado no centro histórico da cidade, o qual ainda não se traduziu, porém, na capacidade de atrair novos moradores, admitiu o presidente da Câmara Municipal, Raul Castro.

A imagem de idosos a caminho de casa, carregando as compras do dia e atravessando a rua que rasga o núcleo central do centro histórico está a tornar-se numa imagem estranhamente tão emblemática quanto rara e que contrasta com o nascimento de espaços comerciais alternativos, que vão desde a venda de skates às tatuagens.

"Não é aqui que se vê a conflitualidade. Ela resulta, isso sim, do tipo de uso dos edifícios e de comportamentos inadequados com os moradores, sobretudo à saída dos bares", explicou Raul Castro, que chegou a ameaçar com a redução dos horários dos estabelecimentos noturnos para a meia-noite, num centro histórico em que quase metade da restauração funciona ilegalmente.