Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centro de Recuperação de Animais Marinhos segue tartarugas por satélite

Lusa

  • 333

Figueira da Foz, 25 mai (Lusa) - O Centro de Recuperação de Animais Marinhos de Quiaios (CramQ), Figueira da Foz, segue por satélite tartarugas ali acolhidas e depois libertadas e promoveu uma campanha de angariação de fundos para adquirir dispositivos para todos os animais.

"O objetivo [do seguimento por satélite] é não só avaliar o sucesso do nosso trabalho de reabilitação, porque libertamos, continuamos a segui-las e verificamos se elas conseguem manter as suas funções normais no mar, mas também aprender muita coisa que não se sabe, não se sabe como é que usam a nossa costa ou quando é que passam cá", disse à agência Lusa Marisa Ferreira, a bióloga que chefia a equipa do CramQ.

Esta é uma "oportunidade única para saber-se mais sobre estes animais e poder-se, de alguma maneira, contribuir também para a sua conservação".