Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centro de investigação do Alentejo vai descodificar o código genético do sobreiro

Lusa

  • 333

Beja, 23 out (Lusa) - Um centro de investigação do Alentejo vai descodificar o código genético do sobreiro, a espécie florestal com maior interesse socioeconómico em Portugal, através de um projeto "pioneiro" que arranca em 2013 e custará 1,1 milhões de euros.

O "GenoSuber - Sequenciação do genoma do sobreiro" já foi aprovado, para financiamento comunitário, pelo programa operacional INAlentejo e deverá arrancar em janeiro de 2013, disse hoje à agência Lusa Sónia Gonçalves, do Centro de Biotecnologia Agrícola e Agroalimentar do Baixo Alentejo e Litoral (CEBAL), o promotor do projeto.

Através do projeto, "pioneiro a nível internacional" e que irá durar dois anos e meio, pretende-se descodificar e conhecer o património genético do sobreiro, "a espécie florestal com maior interesse económico e social em Portugal", explicou. O montado de sobro, a base da indústria corticeira, "assume uma importância ecológica e socioeconómica" em Portugal que "justifica a realização do projeto no país", frisou a investigadora, referindo que, através do "GenoSuber", "Portugal está na vanguarda da investigação em sobreiro".