Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centro-Africana: Nações Unidas alertam para agravamento da situação humanitária

Lusa

  • 333

Bangui, 28 mar (Lusa) - As Nações Unidas alertaram hoje para o agravamento da situação humanitária na República Centro-Africana depois da tomada do poder pelos rebeldes do movimento Séléka, apontando para o risco de fome entre a população.

"A crise na República Centro-Africana, com a tomada do poder pela coligação Séléka a 24 de março, agravou uma situação humanitária já difícil", refere hoje o gabinete de coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas(OCHA) em comunicado.

"As consequências humanitárias desta crise recente são particularmente inquietantes no norte e centro do país" onde "mais de 80 mil pessoas arriscam passar fome durante a próxima estação entre colheitas", acrescenta o comunicado.