Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Centenas de pessoas abraçaram a Casa da Música, no Porto, contra cortes do Governo

Lusa

  • 333

Porto, 30 dez (Lusa) -- Centenas de pessoas envolveram hoje num longo abraço a Casa da Música, no Porto, em protesto contra o corte de 30% imposto pelo Governo que já levou à demissão em bloco do conselho de administração da instituição.

"A Casa é nossa" e "Vamos dar a mão, só falta um milhão" foram algumas das palavras de ordem que se ouviram depois de concluído o enlace humano bem alargado ao imponente edifício desenhado pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas junto à rotunda da Boavista, no Porto, Portugal.

Os coordenadores do Bloco de Esquerda João Semedo e Catarina Martins, o candidato do PS à Câmara do Porto, Manuel Pizarro, o subdiretor do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, em Madrid, João Fernandes, e António Jorge Pacheco, diretor artístico da Casa da Música, foram algumas das personalidades que marcaram presença no protesto convocado por um grupo de cidadãos que já lançou, na internet, a petição "Um abraço pela Casa da Música".