Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cenário macroeconómico do DEO "é relativamente otimista" - UTAO

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 mai (Lusa) - O cenário macroeconómico apresentado no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) é "relativamente otimista", constituindo a falta de concretização dos cortes na despesa, entretanto, anunciados pelo Governo um "fator de risco acrescido", sublinha um parecer da UTAO.

O parecer da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) da Assembleia da República, a que a Lusa teve acesso, alerta que a falta de concretização das medidas de contenção orçamental a aplicar no âmbito do DEO "constitui um fator de risco e de incerteza acrescidos" sobre o cenário macroeconómico e o alcance das próprias metas orçamentais.

Motivos que impedem concluir "até que ponto o cenário macroeconómico do DEO incluía já o impacto total" desses cortes na despesa.