Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CEMGFA critica cartões vermelhos ao Governo na concentração de sábado

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa)- O chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA), general Luís Araújo, criticou hoje a exibição de cartões vermelhos ao Governo na concentração de militares de sábado e disse que "a instabilidade" na instituição provém de "fatores exógenos".

"Nenhuma missão deixou de ser feita", afirmou o principal chefe militar, durante a audição na comissão parlamentar de Defesa para sustentar que as Forças Armadas permanecem "coesas, disciplinadas e equilibradas", adiantaram à agência Lusa fontes parlamentares.

Nas suas intervenções, onde abordou a manifestação convocada pelas associações militares no último sábado, o general advertiu que estes conceitos "não são abstratos" e não podem ser sustentados por estados de espírito.