Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CE investiga financiamento público à companhia aérea escandinava SAS

Lusa

  • 333

Bruxelas, 19 jun (Lusa) - A Comissão Europeira (CE) abriu uma investigação aprofundada para verificar o financiamento de 400 milhões de euros concedido pela Suécia, Dinamarca e Noruega à companhia aérea escandinava SAS.

A CE duvida que o novo crédito renovável concedido em 2012 -- 50% pelos principais acionistas Suécia (21,4%), Dinamarca (14,3%) e Noruega (14,3%) e o restante por outros bancos e acionistas, Knut e Alice Wallenbeg (7,6%) -- tenha sido feito de acordo com as condições de mercado, de modo a poder constituir um auxílio estatal.

Os acionistas estatais aumentaram a sua exposição à SAS nesta operação, enquanto os bancos participantes reduziram-na "significativamente" ao diminuir para metade a sua contribuição para o novo crédito renovável, em relação ao anterior.