Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CDS-PP quer "apoios e condições" da 'troika' para Portugal terminar programa de "forma segura"

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 jan (Lusa) - O CDS-PP defendeu junto da 'troika' que Portugal, como país "diferente e cumpridor", "merece" "apoios e condições" para finalizar o programa de "forma segura", devendo as próximas avaliações considerar a "evolução do pensamento das instituições" sobre os ajustamentos.

Numa carta enviada à 'troika', o CDS-PP defende a necessidade de uma "negociação política" com os parceiros internacionais que "permita viabilizar a compatibilidade entre os objetivos do défice e o financiamento de programas de redução da despesa", como rescisões amigáveis com funcionários públicos.

"Portugal tem sido um país diferente e cumpridor, merece, por isso, os apoios e as condições necessárias para finalizar o programa de forma segura", afirmam os deputados centristas na comissão de acompanhamento do programa da 'troika' Adolfo Mesquita Nunes e Teresa Anjinho, na carta avançada pelo Expresso hoje e depois divulgada no sítio da internet do CDS.