Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CDS-PP não quer "polícias do avesso", Passos exclui segurança da revisão do conceito de defesa

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 dez (Lusa) - O líder parlamentar do CDS-PP recusou hoje "reformas que virem a polícia do avesso", mas o primeiro-ministro disse que o "contributo" para rever o conceito estratégico de defesa não tem "implicação operativa" na "reforma das forças de segurança".

"É precisa a realização de reformas cirúrgicas de caráter prático, focadas, mas não são precisas, nomeadamente neste momento, reformas que virem as polícias do avesso", afirmou o líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Magalhães.

No debate quinzenal com o Governo na Assembleia da República, o CDS pediu a Passos Coelho uma "clarificação" sobre a matéria.