Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CDS foi o único partido onde ninguém votou a favor da co-adoção - Mota Soares

Lusa

  • 333

Sever do Vouga, 25 mai (Lusa) -- Pedro Mota Soares salientou hoje que o grupo parlamentar do CDS-PP "foi o único em que não houve votos a favor" da co-adoção por casais do mesmo sexo.

Pedro Mota Soares salientou que a adoção deve garantir o "superior interesse da criança" e observou que apenas na bancada do CDS não houve votos a favor da proposta do PS, aprovada no dia 17.

O atual ministro da Solidariedade e Segurança Social falava em declarações aos jornalistas, prestadas à margem da candidatura de Gracília Pedro à Câmara de Sever do Vouga, pelo CDS-PP, salvaguardando apenas comentar o tema a título pessoal.