Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CDS apela ao "arco da governabilidade" na "hora da verdade"

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 abr (Lusa) - O CDS-PP reiterou hoje o convite à participação do maior partido da oposição, o PS, para "construir soluções que permitam ultrapassar as consequências do acórdão do Tribunal Constitucional (TC)", numa "hora da verdade", à semelhança do primeiro-ministro.

Minutos antes de o líder parlamentar democrata cristão, Nuno Magalhães, dar uma conferência de imprensa, limitada a cinco comentários, na sede do partido, em Lisboa, o líder do executivo e do PSD, Pedro Passos Coelho já tinha apelado a "todos os partidos do arco da governabilidade", numa declaração ao país.

"O acórdão não afeta apenas o Governo ou os partidos da maioria. É o Estado português que tem um compromisso externo com a Europa e com o Fundo Monetário Internacional e é o povo português que está a sofrer as consequências de termos deixado, em 2011, de ser um país capaz de se financiar e de honrar os seus compromissos", disse Nuno Magalhães.