Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CCP quer moratória de três anos para criação de fundo de compensação para despedimentos

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 jan (Lusa) - O líder da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) considera "aceitável" a proposta do Governo relativamente à redução das indemnizações por despedimento, mas defende uma moratória de três anos para a eventual constituição de qualquer fundo de compensação.

João Vieira Lopes foi recebido no Parlamento na manhã de hoje pelos grupos parlamentares do PSD e do CDS-PP para discutir a redução das indemnizações por despedimento.

O presidente da CCP diz que a redução da indemnização por despedimento para os 12 dias "facilita a reestruturação" das empresas, no entanto, acrescentou, a confederação mostrou "abertura para encontrar os compromissos e ajustamentos no quadro do acordo de Concertação Social".