Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

CCDR-N diz que fábrica de carvão de Braga tinha "práticas ambientais inadequadas"

Lusa

  • 333

Braga, 15 jan (Lusa) - A CCDR-N esclareceu hoje que instaurou um processo de contraordenação contra uma fábrica de carvão de Braga porque a empresa "não estava licenciada" e detinha "práticas ambientais inadequadas", nomeadamente ao nível das condições de armazenagem dos resíduos produzidos.

Em comunicado, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) assegura que não notificou aquela fábrica para se desfazer de 30 mil litros de ácido pirolenhoso, mas sim para proceder "à correta gestão dos resíduos produzidos e seu encaminhamento para destino final adequado".

Segundo a CCDR-N, em 2010 foi verificada a armazenagem daquele ácido "em bidões ao ar livre, em local não impermeabilizado e sem quaisquer sistemas de bacias de retenção ou de drenagem".